2017-11-12

Sono /sonho

A mente vagueia para lá do absurdo
Tudo é possível no desvaneio da fantasia
A escuridão transforma-se em dia,
…E o sonho nos leva

O sono transporta o possível e o impossível
Voando para lá das paredes e das gentes
Mergulhando no agitar do caos e da volúpia
Risos, gemidos de prazer, gritos de aflição.
…E queremos acordar, ou não?

Num estado de entorpecimento geral
O mundo se funde numa miscelânea
Alegrias, pesadelos, imaginário, real
Tudo é possível neste reino na fantasia
…E cativos deixamo-nos ir

Há sonhos que não queremos terminar
Outros nunca os queríamos sonhar
Intrigantes, irracionais, utópicos
Acordados, tenta-se acertar as ideias
…E o momento se esvanece

2017-10-17

Fogo e destruição

O que olhos vêem
Aperta-nos o coração
Tristezas entre portas
Desgraças e destruição

Por malvadez dos homens
Da incompetência de outros 
Junta-se a fúria da natureza
Temos um grande caldeirão

Chamas abafaram os gritos
O calor seca as lagrimas
Casas tornam-se sepulturas
Ruinas, imagens de calamidade

O infortúnio chegou em chamas
Com a perde de pessoas e bens
Destruição, miséria escancarada  
Face a uma autêntica catástrofe

Bombeiros numa guerra desigual
 Populares lado a lado desesperados  
Incêndios incontroláveis avançaram
Políticos papagueiam engravatados


2017-09-27

Portugal e o racismo

Em muitos outros países e em particular em Portugal é evidente existe castas encobertas e não reconhecidas, mas que existe, existe.
Muitas vezes falamos da Índia com as castas, mas essas estão definidas ou foram definidas ao longo dos seculos e portanto concorde-se ou não, sabe-se que existe e assim vivem com isso.
Castas que uns chamam de classe, sejam: corporativismos, snobismo, poder, racismo,
dêem-lhe o nome que quiserem o fundamental é o mesmo, divisão, desigualdade de tratamento.
Mas muitos gostam de simplesmente dar-lhe outro nome, Racismo e isso por muito que uns querem confundir com a cor da pela não é verdade. Existe muitos tipos de racismo cor e raça, credo e de religião, e racismo social, e económico. O que mutos não querem crer que não existe, mas a verdade é outra.
Mesmo perante o estado e as leis o tratamento das pessoas, é de modo diferente, um pobre não é tratado do mesmo modo que um rico, um político relevante não e tratado da mesma forma que um cidadão comum, seja nos hospitais, na justiça, do dia-a-dia. Como exemplo temos a AR, onde pessoas condenadas ou iniciadas pela justiça são tratas e recebidas de modo diferente que outro cidadão comum. Isto é racismo social. 

Todo o cidadão é igual perante a lei, mas…. (há sempre um mas) há uns que são mais iguais que outros.

2017-09-26

Com telemóvel cuidados redobrados

Logo pela manhã, algo desagradável, já próximo de uma passadeira de peões, o que vejo. Uma jovem não mais que 12 anos a caminho da escola, atravessa a rua, só com o olhar no telemóvel, provavelmente a A mandar mensagem, sem o mínimo cuidado, sem a mínima segurança. A imprevidência, o sentido da impunidade, a irresponsabilidade e porque não ao vício do uso constante do telemóvel, causa situações que podem ser graves. 
Felizmente teve um final feliz, e até creio que a menina nem deu pelo automóvel.
Costumo dizer mesmo que o peão tenha razão, que não são estes casos, a ele, ninguém de tira as dores, ou no máximo ninguém lhe tira da morte, 
Uma posição que muitos ainda desconhecem, atravessar a rua numa passadeira de peões, não lhe dá sempre razão. a lei é especifica, há que olhar, há que esperar se uma viatura está muito próxima.

2017-09-19

E assim vai a politica

Num país onde oficialmente começa uma campanha eleitoral (hoje dia 19.09.17), e todos nós sabemos e vimos nos órgãos de informação que a mesma já começou á muito e por altos responsáveis, …, e assim vai este país
O que demonstra que as leis são só para o cidadão comum, não para os políticos, o que nos deixa sempre um sabor amargo e desconfiança na política e dos políticos.
Os casos que diariamente nos são revelados por cá e por esse mundo fora permite-nos dizer:

A democracia está invadida por gangs de engravatados, pseudo-democratas, não lhes basta abusarem do dinheiro e do poder público, (ocultando muita da sua incompetência) como utilizam meios legais de modo de beneficiar os amigos e familiares, utilizando o sistema de ajustes directos, sem concursos públicos ou outras propostas, é fácil é barato e dá milhões.
Se alguma vez nos passou pela cabeça que todos os políticos estão lá para servir o país e amor á causa comum. Desiluda-se, deixe de ser ingénuo (no mínimo).
A maioria dos políticos quando chega ao círculo do poder, estão (haverá excepções) para se servirem. e na vivencia de um compadrio com trafego de influencias e manigâncias.
Nunca vi um politico ficar pobre, pelo contrário, entraram na politica com uma mão á frente e outra a trás e saem milionários, será a trabalhar honestamente?
Desenganem-se o povo. Eles enganam, ludibriam, para se servirem a eles próprios, ganham fortunas ao servir interesses pouco transparentes e honestos, de grandes tubarões e outros senhores disto tudo.
Verifica-se na maioria dos casos a ida para a política seja considerado um investimento de futuro, pois lhes oferece:
- Bons tachos, alguns autênticos potes de ouro
- Negócios mais ou menos claros, mas vantajoso para os próprios  
- Emprego futuro garantido, para eles e caso necessário para seus familiares
- Subvenção vitalícia para alguns, dependendo da posição no grau de poder.
- Reformas mais cedo que qualquer outro cidadão trabalhador

Lembramos:
- Qualquer pessoa é política, mas nem todos sabem exercer funções na politicas,
- Qualquer pessoa só por estar filiado num partido politico não faz dele um político (infelizmente faz)
- Um político no poder, não faz dele um estadista.
- Ser um político, não faz dele um Homem honesto, como ser padre não faz deste santo

2017-07-11

Será um bom emprego ou profissão ?

Conselho de um amigo a um jovem estava desorientado que lhe falta quase tudo.:  

- Não sabes fazer nada …. VAI PARA A POLÍTICA.(Não te cansas nem carregas pesos)
- Não queres trabalhar…… VAI PARA A POLÍTICA.(Antigamente dizia-se vai para a policia)
- Não tens habilitações……VAI PARA A POLÍTICA. (Logo arranjas um curso e um curriculum)
- Não tens vergonha ……… VAI PARA A POLÍTICA.(Encontras logo parceiros de igual calibre)
- Não encontras futuro……  VAI PARA A POLÍTICA. (Encontras sempre um tacho perto de ti)

SÓ PRECISAS DE SER:
- Um bem-falante…. (Falar muito, não dizer nada tipo papagaio)
- Um ventrículo……  (Repetir a voz do chefe tal marioneta falante);
- Um cara de pau….. (Tipo Pinóquio, perante todas as situações)
- Um sem caracter…. (Mentir mesmo quando sabendo não ser verdade)
- Um sem ética……... (Trepando sobre tudo e todos para chegar ao objectivo)


IMPORTANTE: Lembra-te no dia que assim não fores terá muitas dificuldades na política

e assim vai este país ………………..  ( ou não?)

2017-06-20

FOGOS. FOGOS. FOGOS

  
Fala-se muito, pouco se faz.
Quando e por exemplo, e quando surgir, esperamos que não ficam todos admirados.
Percam um pouco de tempo e vejam o que se passa na mata do Monsanto em Lisboa.
Vejam a estrada que liga Cruz das Oliveiras, cadeia prisional, quartel da F.A,. São Domingos de Benfica.
É mato, é árvores com galhos podres e secos sobre a estrada, á beira da estrada as ervas secas, e o que mais se queira ver por ai, depois admiram-se e lamentam

Todos temos culpa de forma directa e indirecta, uns com muito mais grau de culpa que outras, e dos quais as entidades quer, camararias quer governamentais, quer muitos dos proprietário, que devido ao seu desleixo, descuido e indiferença deixa que as coisa más se acumulem.
Depois de casa ardida .... É que se tenta fazer algo que já não tem remédio

A vida humana é insubstituivel , e lamenta-se as vidas perdidas

2017-06-13

Quadras populares – eleições 2017

O Costa da geringonça em S. Bento,
O Macelo das selfs em Belém
Para a Câmara de Lisboa
Qual será o filho da mãe.

Na Praça do Município
Um alarido infernal
Eleições vai haver
Quem é o eleito afinal

Eleição para a Camara de Lisboa
Campanha, discursos e tal
Qual deles o mais honesto
Nesta corrida eleitoral

É sempre uma rebaldaria
Promessas e muito mais
O cidadão é que se lixa
Eles só querem ganhar

O Fernando Medina já se apronta
A Teresa Coelho está-se a aprontar
A Assunção Cristas lança a escada
Palavreado, falsidades para ganhar

O Ricardo Robles do também concorre
O João Ferreira do PC não pode faltar
É um fartote de gentes e banalidades

Só o lisboeta não sabe em quem acreditar

2017-05-30

Nascimento da Beatriz


Transporta a semente num borbulhar de águas
Mãe dá vida entre angústia, risos e choro de dor
Momento de expectativa entre angústia e alegria
Surge o nascimento cheio de encantos e magia.
  
Dádiva espontânea de vida cheia de vitalidade
Um parto desejado num nascimento sofredor
Choram as carpideiras pelo seu futuro incerto
Destino que voa numa trajectória de andorinha

Luís e Isabel, felizes e radiantes vêem filha nascer
A família, âncora e protecção de um ser indefeso
Primavera brota flor ansiando por ser alimentada  
Pairam sonhos com esperança dum futuro melhor

O choro flui nas pedras preciosas dos seus olhos
Num estrebuchar no momento do tempo nascido
Grito universal de sobressalto, beleza e espanto
Momento histórico, nasceu a princesinha Beatriz


Poema dedicado à Beatriz e seus pais Luís e Isabel 

2017-05-23

Quando se confunde racismo com falta de civismo, está tudo mal


Foi ao cinema, não falo do filme que não é grande coisa, mas do que se passou.
Já basta estar nos cinema e alguém ao nosso lado está a comer pipocas e sorver o coca-cola, mas enfim, nos cinemas vendam, e as pessoas não tem outro remédio senão aturar. Por mim é situação que cada vez me afasta mais dos cinemas +pipocas., mas temos de suportar
Estava sentado descansado apagam.se as luzes e azar meu senta-se na minha fila com intervalo de uma cadeira uma pessoa que me pareceu jovem, não liguei, devoru as sua pipocas e a sua cola depois com o filme a decorrer 
aguentei, só não gostei, foi depois do espectáculo anterior começa a ligae o telemóvel a ler    mensagens e a mandar mensagem, com todo o foco de luz imitida pelo telemóvel, 
Chamei a atenção, pedi para desligar, não gostou e depois de troca de palavras pois disse que era proibido usar telemóvel, remate da dita “senhora”, que eu protestava, porque era racista em que lhe respondi “ isso é sempre a mesmo a conversa ´é falta de educação e isso nada tem a ver com racismos.
Infelizmente aconteceu comigo, mas já tinha presenciado, pois nem tinha reparado que a jovem era morena ou branca reparei pois entrou já com as luzes apagadas que tinha cabelo comprido frisado e nem liguei á cor da pele.
 Esta gente quando não tem razão, nem argumentos validos nem tão pouco educação, quando confrontados é sempre a mesma coisa, que os outros falam porque são racistas
Nõ não é por racismo mas por educação ( já me aconteceu á muito com um fulano e era branco.
Vai o funcionário do cinema dado o falar alto, em vez de dizer que não devia ter o telemóvel ligado, quando fala em racismo, o que diz é para a pessoa mudar de lugar e fila, para traz, e assim vai este país
Seja pretos ou ciganos, a mesma defesa de sempre, estamos contra não pelos actos mas porque é racismo, o civismo e a educação que não têm, nada vale. 
O civismo, a educação nada tem  a ver com a cor da pele, raça, religião, infelizmente e defesa de muitos e que outros aplaudem é questão de racismo. Que tristeza